Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



III Papas na língua

Terça-feira, 03.12.13

 

As "papas na língua" são a irmã do meio. Nascem entre os "paninhos quentes" e o "tento na língua".
Surgem amedrontadas e crescem pouco sérias, sem evitar as "falinhas mansas".

Andam, habitualmente, em bicos dos pés, são pouco exigentes e mais do parecer do que do ser.
Raramente dão a cara e preocupadas com aquilo que os outros pensam enjeitam responsabilidades.
Num discurso preparado com “papas na língua” receia-se até as vírgulas e a verdade fica para outro dia.
Sussurra-se e deixa-se de fora. Não se inclui com receio de ser excluído e exclui-se para ser incluído.
Um discurso com "papas na língua" sai sempre de uma consciência que mesmo quando pesa não incomoda.
É um discurso fraco, em surdina, que começa, sempre, com um: "desculpem qualquer coisinha". E depois esconde-se anémico e sem cor, evitando o confronto.
Percebe-se, imediatamente, ao que vai porque acrescenta aspas mesmo quando não é preciso,  indirecto e sem dar nome aos sujeitos.
Reconhecível porque não tem princípio, meio e fim e passa, automaticamente, para o que não interessa.
Não é grande em tamanho e acaba antes de começar. É, até, bem mirrado pois não precisa de muito português e dá mais páginas do que as necessárias, com parágrafos longos que dariam poucas frases curtas.
Evita, liminarmente, a contestação e por isso não se dá por ele.

Deixa passar ou vai a reboque, não quer saber e deixa andar.
Apazigua.
Não entusiasma nem acrescenta.
Como os restos de um bom prato que chega à mesa requentado.
Um mosquito com horror a sangue.
Uma cerveja quente.
Água que não chega a matar a sede.
Carne com vocação para peixe.
Salgado com sabor a doce.
Conduto que não deixa sustento.
Um orgasmo fingido e uma dor de cabeça que não se sente.
É de quem evoca esquecimento, acaba citando terceiros e diz: "já cá não está quem falou".
De quem se encolhe num tempo em que faz falta é quem se estique.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Máquina-da-Preguiça às 19:16









arquivos

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D





pesquisar

Pesquisar no Blog  





comentários recentes

  • numadeletra

    Dramas balneares :-)

  • Maria

    Que delícia!!!

  • Sandra

    :) Se descobrires como se treina esse optimismo , ...

  • LWillow

    Dietas 'é uma coisa que não me assiste' e assim s...

  • LWillow

    http://www.youtube.com/watch?v=BV-dOF7yFTw

  • LWillow

    ehehehe! 'tamos nessa' 'brother' ! Mais um bom tex...

  • LWillow

    Thanks ! this reading was a pleasure !

  • Anónimo

    Aperta faneca! Vamos a Estocolmo sacar o guito! Su...

  • Lwillow

    Ora aqui está mais uma 'pérola para porcos' ! O mo...

  • LWillow

    Como eu te percebo ! Mas ... 'não há volta a dar-l...


REDES SOCIAIS