Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



III Perdoar ou não perdoar?

Segunda-feira, 23.04.12

[Lista (provisória) de imperdoáveis]

 

Perdoar ou guardar rancor?

Desculpar ou levar a mal?

Dar a outra face ou oferecer as costas da mão?

“Paciência”, “não faz mal”, “fica para a próxima” ou “cá se fazem, cá se pagam”?

Favas contadas ou vingança servida fria?

Um D. Corleone vingativo, um Tony Soprano pronto a fazer estragos ou Dalai Lama perdoando a ocupação do Tibete?

 

NÃO PERDOO

os ataques às Torres Gémeas

subsídios anulados

ordenados cortados

feriados ao fim-de-semana

finais desperdiçadas

fazerem-se à falta

derrotas consentidas

pontos mal perdidos

críticos que parecia que tinham lido a obra

realizadores que fazem filmes que não são para serem vistos

escritores com livros que prometem até ao fim

intelectuais que se armam

liberais fundamentalistas

chatos que metem conversa

engraçados sem sentido de humor

gente que se deixa comprar

que não se importava de vender

que gosta de aparecer

subsídios para os amigos

cargos para os conhecidos

uma mão lava a outra

previsões que não se confirmam

promessas que não se cumprem

desculpas que não se evitaram

sugestões desnecessárias

reparos despropositados

pratos que não ficaram iguais ao livro de receitas

médicos que vão chegar atrasados

que, afinal, vão ter que desmarcar

consensos impostos

bem intencionados

políticos que dão impressão de serem diferentes

fico-lhe  a dever…

não faz mal, pois não?

posso ajudar?

vizinhos que acordam cedo ao domingo

que lavam o carro à frente do prédio

voluntários para ajudarem na manobra

impacientes na fila de atendimento

automobilistas nervosos

shampoos que, afinal, ardem nos olhos

iogurtes quase sem pedaços

rotinas que são vidas

destinos que no folheto eram de sonho

rodeios glico-doces

detergentes que não tiram nódoas

promoções que saem mais caras

descontos que são só no caso de…

períodos de carência

exigências de fidelização

doses que, afinal, só dão para um

chuva nas férias

anúncios de higiene íntima

máquinas de barbear que parecia que cortavam à primeira passagem

calças que, bem vistas as coisas, ao contrário do que dizia o anúncio precisam de um rabo bem feito para assentarem na perfeição

não ser o quinto zepellin

        …

Não me levem a mal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Carlos M. J. Alves às 20:19


1 comentário

De lwillow a 23.04.2012 às 22:37

Não te perdoo a ousadia e o pretencionismo de elaborares uma lista de coisas imperdoáveis. Este mote é quase um 'poço sem fundo' de potenciais 'amargos de boca' a incluir e, apesar desta tua lista, 'a procissão ainda ficou no adro' !

Comentar post









arquivos

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D





pesquisar

Pesquisar no Blog  





comentários recentes

  • numadeletra

    Dramas balneares :-)

  • Maria

    Que delícia!!!

  • Sandra

    :) Se descobrires como se treina esse optimismo , ...

  • LWillow

    Dietas 'é uma coisa que não me assiste' e assim s...

  • LWillow

    http://www.youtube.com/watch?v=BV-dOF7yFTw

  • LWillow

    ehehehe! 'tamos nessa' 'brother' ! Mais um bom tex...

  • LWillow

    Thanks ! this reading was a pleasure !

  • Anónimo

    Aperta faneca! Vamos a Estocolmo sacar o guito! Su...

  • Lwillow

    Ora aqui está mais uma 'pérola para porcos' ! O mo...

  • LWillow

    Como eu te percebo ! Mas ... 'não há volta a dar-l...


REDES SOCIAIS